Pesquisa com morcego acerca do vírus da Raiva é confirmada

O Centro de Zoonoses de Maringá confirmou, no dia 30 de Maio, o resultado positivo para a pesquisa do vírus da raiva de um morcego coletado no campus da UEM.

O Centro recomenda que, caso um morcego caído seja encontrado, notifique a Prefeitura de Maringá por meio da Ouvidoria Municipal (telefone 156 ou 160) e que o animal seja isolado fisicamente a fim de evitar contato direto com as pessoas e animais domésticos.

Caso algum animal de estimação da UEM apresente alguma alteração comportamental, deve-se notificar imediatamente o Centro de Zoonoses também por meio da Ouvidoria Municipal.

Por fim, em caso de acidente envolvendo mordedura ou arranhadura de morcegos, cães ou gatos, deve-se procurar imediatamente atendimento médico no HUM (Hospital Universitário de Maringá) ou nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) Zona Norte ou Zona Sul, informando a equipe de enfermagem características físicas do animal, local da UEM em que ocorreu o acidente e telefone de contato.

Marcelo Henrique Galdioli conversou com o professor de Ciências da UEM, coordenador do GEMEEA (Grupo de Estudos em Ecologia de Mamíferos) e especialista em morcegos, Henrique Hortêncio Filho. Confira: